O SENTIMENTO/+/NÃO PODE PARAR!

Sejam todos bem-vindos ao site oficial do LIVRO OFICIAL PAIXÃO DA GAMA, A Maravilhosa História do Vasco, é mais uma ferramenta a disposição da imensa torcida bem feliz do Vasco da Gama.

O site foi feito de vascaíno para vascaínos de todas as partes do mundo.

Não deixem de enviar suas mensagens e comentários, assistir aos vídeos do nosso amado Vasco da Gama e de sua torcida, seja um seguidor do site, e acompanhem as novidades sobre o LIVRO OFICIAL PAIXÃO DA GAMA , basta mandar e-mail para
jorge.pehuci@gmail.com.



Espero que gostem do site e tenho certeza que ficarão orgulhosos de ter O LIVRO OFICIAL PAIXÃO DA GAMA - A Maravilhosa História do Vasco, o livro oficial mais completo da história do Gigante da Colina.

Saudações Vascaínas.

domingo, 6 de dezembro de 2015

Vasco Sempre!



Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

É um dia, mais um, triste para a imensa torcida cruzmaltina em todo o mundo.

Independente de tudo que aconteceu no ano, e mesmo com uma equipe muito aquém da grandeza do Vasco, o time chegou ao último minuto do último jogo com chances reais de se salvar, mérito para Jorginho e Zinho que mudaram o time desde que chegaram.

Mas vamos voltar no tempo. Em 10 de novembro de 2000 o dirigente Eurico Ângelo de Oliveira Miranda chegava ao seu objetivo maior que ele lutava desde os anos 1980: A presidência do Vasco. Polêmico e cheio de 'confiança' o dirigente colecionou desafetos desde que passou a mandar no departamento de futebol do Vasco.

Ao chegar ao cargo máximo no clube, Eurico que já era considerado por muitos como 'presidente de fato', passou a ser o centro de tudo no clube. Nada era feito sem sua aprovação, e os cargos de Vice presidente eram meras formalidades. Eurico tomou então a decisão que mais prejudicou o Vasco, e acredito que ainda tem reflexos mesmo depois de 15 anos, o rompimento com o Nations Bank, do Grupo Bank Of America, e a colocação do logo do SBT, principal concorrente da Globo, na partida final do Brasileirão de 2000 em 18 de janeiro de 2001.

O Vasco sofreu desde então ao asfixiamento financeiro com a Globo não repassando as cotas de TV já que, com o rompimento com o patrocinador, as cotas tinham de ser depositadas para a Vasco da Gama Licenciamentos S/A que foi criada para gerir os recursos financeiros da parceria.

Foram anos de anos de problemas financeiros, ações na justiça começaram a se multiplicar, contratações de jogadores medíocres, o Vasco não ganhava títulos, e o clube passou a figurar em matérias depreciativas promovidas pela imprensa que tinha em Eurico um dirigente arrogante, prepotente, e autoritário.

O Vasco seguiu seu caminho aos trancos e barrancos e em 2008 o presidente Eurico tem um revés e perde a eleição para Roberto Dinamite. Mas o clube já estava muito fragilizado, o time também não era o que a torcida desejava, e o Vasco, já com Dinamite na presidência, sofre o primeiro descenso.

A torcida, no entanto, apoiou o clube e o time que foi formado para colocar o Vasco de volta à elite do futebol. Com uma campanha sem muito brilho, mas acima de todos os demais clubes, o Vasco volta a Série A como Campeão em 2009. O rumo que o clube tinha tomado era o certo, melhorando suas condições financeiras, conseguindo patrocínio depois de 8 anos. Mas após um ano perfeito em 2011, com título da Copa do Brasil e a luta para ser penta campeão brasileiro até o último jogo, o Vasco praticamente desmontou o time em 2012, e o resultado foi mais um descenso em 2013.

O Vasco tem de mudar tudo. Os tradicionalistas irão dizer que não, que tem de manter o 'jeito vascaíno' que sempre deu certo e que foi assim que o Vasco se tornou no Gigante que é hoje.

Mas ou moderniza tudo no clube, ou ficará cada vez mais para trás de todos os grandes clubes que tem administração moderna, que tem um planejamento sério, que promovem bem sua base, que deixa de lado as práticas que fazem os empresários ganhar muito e o clube quase nada.

O Vasco precisa de gestão competente, não dá mais para pensar que o Vasco é a filial do Seu Manoel da padaria.

Para a torcida é buscar forças e apoiar o clube em todas as competições que virão. Se tornar sócio e encontrar as melhores opções e projetos para ajudar o Vasco na sua reconstrução.

Amanhã, já estarei nas ruas com a sagrada camisa do Vasco, porque o verdadeiro vascaíno pode até ficar triste com a situação do clube, mas jamais deixa de 'Ser Vasco', de ter orgulho de torcer pelo Gigante da Colina, de enaltecer as glórias e conquistas do clube da Cruz de Malta, de ir aonde o Vasco for, de segui-lo a todo momento e de fazer algo para ajudar o time do Almirante.

Eu sou Vasco, sempre, e jamais deixarei de ser, nem por um segundo.

Eu sou Jorge Luiz Alves Bezerra, e o Vasco é minha paixão!

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto) / Umbro (Imagem).

sábado, 28 de novembro de 2015

O amor à camisa acabou?




Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

Nos últimos dias duas declarações de ex-atletas do Vasco, que cresceram e surgiram para o futebol na base do clube, falando sobre sua 'ligação' com o cruzmaltino deixaram a torcida com orgulho dos atletas terem sido revelados na Colina Histórica.

O atacante Alex Teixeira​ que defende o Shaktar DonesK da Ucrânia, falou: 'Chance zero de jogar no Flamengo, se voltar a jogar no Brasil será no Vasco'. E declaração do jogador não é novidade no caso de vascaínos que, mesmo indo jogar em outros clubes, tem dado testemunho de que o clube da Colina Histórica deixa marcas em quem por São Januário passou.

Hoje, 28, o São Paulo perdia para o Figueirense em pleno Morumbi, de virada, e no segundo tempo o jogador Alan Kardek entrou na partida.

O atacante também veio das categorias de base do Vasco e mesmo depois de passar por diversas equipes jamais esqueceu seu passado cruzmaltino.

Ao fazer o gol do empate e ajudar sua equipe a virar o jogo que beneficiava o Vasco na corrida contra o descenso, declarou que o gol de empate do São Paulo diante do Figueira lhe proporcionou 'alegria em dobro' já que ajudou ao Vasco da Gama​. O São Paulo venceu o Figueirense por 3 a 2.

Outros ex-atletas vascaínos ao longo dos anos deram declarações de amor ao clube, um dos mais famosos depoimentos foi dado pelo atacante Ademir Marques de Menezes quando retornava ao Vasco após duas temporadas jogando pelo Fluminense: 'Sou um homem dominado pelo coração, e meu coração é Vasco'.

São dezenas de exemplos de amor ao Vasco que sempre são demonstrados por ex-atletas do clube.


Jorge Luiz Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama
Editor do Blog Paixão da Gama

Fonte: Blog Paixão da Gama (Texto) / Vasco.com.br (Imagem).

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Vasco, 100 anos de Futebol.





Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

Quando os dirigentes do Club de Regatas Vasco da Gama chegaram a reunião que selaria a fusão do Luzitânia Sport Club em 26 de novembro de 1915 tinham em mente somente a criação de mais um esporte para os associados do clube.

Mas 100 anos depois o futebol do Vasco chegou a todos os continentes, inspirou vários outros grupos de esportistas pelo mundo que criaram clubes homônimos, disseminou a paixão pelo esporte que domina o mundo, e tornou o Vasco da Gama em um Gigante mundial.

Reconhecido pelos seus feitos incríveis no Brasil, na América do Sul, na Europa e ao redor de todo o planeta, o Vasco mostrou sua força diante de equipes que achavam ser imbatíveis, até que tiveram pela frente o Clube da Cruz de Malta, descendentes de Guerreiros Templários, que defenderam a Terra Santa por séculos.

O Vasco chegou à elite do futebol carioca em 1923 e já enfrentou os 'grandes' com altivez, vencendo todos e se tornando no único clube a conquistar o Campeonato Carioca no ano de estreia na elite.





O Vasco foi o primeiro clube a lutar pelos negros, pobres e operários.

Foi o primeiro e único clube a abdicar do direito de disputar o campeonato carioca pela recém criada Associação Metropolitana de Esportes Athléticos - AMEA.

Construiu o maior estádio Sul-Americano em 1927, Estádio de São Januário, através de campanha entre sua torcida.





Foi no Vasco que várias expressões usadas até hoje no futebol e se tornaram patrimônio do esporte como 'bicho', 'Gandula', 'Expressinho', 'Vaquinha', etc.

Doou dois aviões ao Brasil para campanha brasileira na Segunda Grande Guerra.

Promoveu a instrução de mais de 10 mil soldados que serviram ao Exército Brasileiro nas dependências de São Januário.

O Estádio de São Januário foi palco da promulgação das Leis Trabalhistas na década de 1940.

Ainda naqueles anos recebeu o grande maestro Heitor Villa Lobos que regeu coro de milhares de estudantes.

Conquistou o primeiro título internacional no exterior do futebol brasileiro quando venceu o I Torneio Sul-Americano de Clubes Campeões em Santiago (Chile) em 1948, no seu cinquentenário.





Venceu na Europa o maior clube do continente, o Real Madrid, no Estádio des Frances e trouxe o Torneio de Paris de 1957 para o Brasil.

Tornou-se no clube brasileiro com mais troféus vencidos na Espanha com o Tricampeonato do Troféu Ramon de Carranza, Troféu Teresa Herrera, Torneio Cidade de Zaragoza, Troféu da Cidade de Palma de Mallorca, e muitos outros.

Venceu o Torneio da Amizade no Gabão (África).

Foi o primeiro clube do Rio de Janeiro a conquistar o Campeonato Brasileiro em 1974 de forma inesperada, para os críticos, já que os favoritos eram o Santos, Cruzeiro e Internacional.

Contra o São Paulo, no Morumbi, Sorato entrou para a história do futebol e conquistou com o Vasco o Bicampeonato Brasileiro.

Em 1997 o ídolo Edmundo fez de tudo em campo e fora dele, e com um elenco inesquecível trouxe mais um Brasileirão para a Colina Histórica.

No ano do centenário em 1998, formou um time incrível e conquistou a Taça Libertadores da América.


      

Brindou sua torcida com a Virada do Milênio quando mesmo ao tomar 3 a 0 no primeiro tempo da Copa Mercosul para o Palmeiras, virou para 4 a 3 e conquistou seu terceiro título Sul-Americano.

Mesmo após os 'inimigos' do Vasco tentarem dar ao São Caetano, revelação do Brasileirão, o título de campeão em 2000, o Vasco venceu no campo e comemorou com Romário o Tetracampeonato.

O único título nacional que faltava chegou com muita emoção em 2011, a Copa do Brasil, com elenco formado por vários atletas que viriam a ser disputados por todos os grandes clubes brasileiros como Dedé, Rômulo, Allan, Fágner, Ramon, Nilton, Fernando Prass, e os ídolos Diego Souza e Felipe.

Mas a história dos 100 anos de futebol do Vasco não cabem em uma postagem, ou matéria.

Quando publiquei o Livro Oficial Paixão da Gama em 2011, com 640 páginas, tive de reduzir em mais de duzentas páginas para não ficar difícil a impressão e montagem do livro.




O futebol vascaíno tem ao longo desses 100 anos milhares de histórias incríveis e que somente poderia ser produzida pelos vascaínos ao longo de sua existência.

E para os que acreditam que o futebol do Vasco tende a ficar cada vez menos eficiente, fiquem atentos, porque o Vasco sempre vem mais forte a cada temporada de falta de títulos. Vide a década de 1960 em que o Vasco passou período sem títulos de expressão, mas se recuperou nos anos seguintes.

Para que o clube possa se reerguer é preciso que a torcida carregue o clube nos braços como sempre fez desde 1898, quando apoiou na construção de São Januário, quando os jogadores precisavam de instrução e receberam aulas, quando o presidente Washington Luiz proibiu a importação de cimento belga para construir o estádio e o engenheiro promoveu uma mistura inusitada de areia, ferro e brita, quando os torcedores participavam da Campanha dos Dez Mil, do Chá das Cinco, quando ajudaram o Vasco a comprar dois aviões e doar a Força Expedicionária Brasileira que combateu os nazistas na Itália durante a Segunda Guerra, enfim, tudo isso com a torcida elevando o clube ao patamar de 'Gigante da Colina'.

VIVA O FUTEBOL DO VASCO!! 100 ANOS DE CONQUISTAS E GLÓRIAS!!


JORGE LUIZ Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama
Editor do Blog Paixão da Gama


Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e pesquisa) Reprodução (imagem).

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Nota de Repúdio | São Januário faz parte da história do Brasil.



Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

Venho por meio desta externar nosso repúdio a matéria veiculada pelo canal por assinatura Sportv através do programa SportvNews no último dia 16/11, segunda-feira com o título 'Com riscos de violência, segurança no jogo entre Vasco e Corinthians será reforçada'.

Na citada matéria o repórter Fred Justo, tendo ao fundo o Estádio de São Januário, de propriedade do Vasco da Gama, relata: '...São Januário, um estádio de difícil acesso, com ruas estreitas, rodeado de favelas com a presença de traficantes de drogas...'.

No início da matéria deixam transparecer que 'São Januário' tem histórico de brigas e confusões mas curiosamente é citada uma na década de 1980 e outras duas citações não tem nada a ver com o estádio do Vasco. No Estádio Mané Garrincha em Brasília (DF) a confusão foi provocada pela torcida do Corinthians que invadiu local destinado aos vascaínos com agressões e participação de envolvidos na morte do garoto Kevin Spada em Oruro. Outra citação é de, novamente, agressão de corintianos aos torcedores do Vasco em aeroporto de Natal (RN).

Outra situação que é omitida na matéria é que quando falam em 'rodeado de favelas' deveriam ter o cuidado de citar que a Barreira do Vasco é uma comunidade pacificada pela Secretaria de Segurança do Rio de Janeiro em 12/04/2013.

Nunca houve o cerceamento do direito do torcedor de ir e vir, direito constitucional, nos arredores de qualquer estádio brasileiro.

Jamais foi proibido o direito de utilização de sinalizadores em local aberto, e no caso da torcida vascaína, a proibição não é sequer questionada.

A matéria citada é tendenciosa, não deu vez e voz à torcida vascaína, tampouco alguém do clube pode dar sua versão sobre a 'fama' de estádio com histórico de violências.

Quantas partidas foram jogadas em São Januário desde 21 de abril de 1927 sem qualquer situação de risco a torcedores adversários?

Porque somente o estádio do Vasco tem essa 'má vontade' dos órgãos de segurança e da imprensa?

Lembremo-nos que a Vila Belmiro, em Santos (SP) também é situado em local de difícil acesso mas jamais se deixou de jogar algum clássico naquela praça esportiva.

Nos arredores do Pacaembu, do Itaquerão, do Parque Antártica (hoje Allianz Parque), do Moisés Lucarelli, do Brinco de Ouro, do Canindé, todos eles já houveram inúmeros casos de agressões, brigas generalizadas, e até mortes em alguns casos.

Mas o estádio do Vasco sempre é citado em certas matérias para denegrir o clube. Não possível que não se tenha senso crítico ao fazer uma matéria como essa.

Na qualidade de torcedores do Vasco, sentimo-nos agredidos com os termos pejorativos impingidos ao mais tradicional estádio brasileiro, reconhecido internacionalmente como pudemos ver durante a Copa do Mundo no ano passado, quando a Federação Espanhola de futebol postou matéria em seu site oficial com o título 'La roja se entrena em espectacular estadio del Vasco da Gama'. Diversas outras seleções treinaram e elogiaram o estádio, dentre elas a Seleção da Alemanha campeã mundial em 2014.

O Estádio de São Januário foi construído após o Vasco ter sido impedido de ingressar na AMEA, a associação racista da década de 1920, e pelas mãos de sua torcida que ergueu o maior estádio sul-americano à época. Lá o presidente Getúlio Vargas comemorava com os trabalhadores o Dia do Trabalho e das tribunas de São Januário o presidente consolidou as Leis Trabalhistas.


Getúlio Vargas desfila em carro aberto (1º de maio de 1943).

Em São Januário o maior maestro brasileiro, Heytor Villas Lobos regia coro de milhares de estudantes.

No estádio do Vasco desfilaram os maiores goleadores do clube e da seleção brasileira: Vavá, Ademir, Roberto Dinamite, Romário, Bebeto, e dezenas de outras lendas do futebol.

Em São Januário foram recrutados mais de 10 mil soldados quando lá existia um Tiro de Guerra de instrução militar.

São Januário é um patrimônio histórico, social e esportivo, do Brasil, e merece o devido respeito de todos, sejam torcedores vascaínos ou não, imprensa, e a sociedade em geral.

Fica o nosso repúdio e que ao citar o ESTÁDIO DE SÃO JANUÁRIO não omitam sua história, e não o vinculem a fatos que não condiz com sua trajetória de abrigar negros, pobres, operários, classes menos favorecidas, e promover a igualdade entre todos.

Somos o Vasco da Gama, estádio, símbolos e história!

Jorge Luiz Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama
Editor do Blog Paixão da Gama

Fonte: Blog Paixão da Gama (Texto) / Globo.com (Matéria citada acessado em 18/11/2015 no endereço: http://globotv.globo.com/sportv/taca-libertadores/v/com-riscos-de-violencia-seguranca-no-jogo-entre-vasco-e-corinthians-sera-reforcada/4613246/ ) / FGV (Foto Getúlio Vargas) / Reprodução (Estádio São Januário).

sexta-feira, 13 de novembro de 2015

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Novo movimento da torcida do Vasco.




Caros vascaínos e vascaínas, saudações!


A torcida do Vasco sempre se notabilizou pelo poder de mobilização para dar ao clube demonstração de apoio e ajuda nos momentos mais difíceis de sua história.

Foi assim quando a Federação de Remo perseguiu os atletas do clube ainda nos primeiros anos de sua fundação.

Foi assim quando, ao chegar ao futebol, o Vasco teve de subir degrau a degrau nas divisões inferiores do Campeonato Carioca.

Foi assim, também, quando ao se tornar Campeão Carioca no ano de estréia na elite do futebol carioca.

Foi assim quando exigiram que o Vasco excluísse doze jogadores do time campeão de 1923 e o presidente do clube mandou ofício renunciando o direito de se filiar à AMEA.

Foi assim quando condicionaram a 'volta' do Vasco ao Campeonato Carioca a construção de um estádio, e nossa torcida construiu o maior estádio sul-americano da época.

São esses exemplos que mostram de que é feita essa torcida, de como esse clube reage quando é provocado, e de como ultrapassamos mais de um século de perseguições.

Surge, então, um novo movimento que tem a finalidade de colocar a torcida no comando do Vasco:

'O VASCO É DOS SEUS TORCEDORES'.

A iniciativa começou no Fórum Netvasco e vem ganhando cada vez mais adeptos.

A finalidade principal é unir o maior número de torcedores e que todos se associem em modalidade com direito a voto. Dessa forma o grupo poderá formar uma chapa em condições de se candidatar nas eleições de 2017.

Foi criado um site provisório onde o torcedor pode enviar sugestões e informações para que todos possam contribuir.


Mais informações:



Jorge Luiz Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama
Editor do Blog Paixão da Gama


Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e imagens).

quarta-feira, 11 de novembro de 2015

Na história do Vasco, hoje!




Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

A história do Vasco é a mais bela do esporte mundial, confira principais fatos marcantes nesta data:

10/11/2013 | O ídolo vascaíno Antônio Augusto Ribeiro Reis Júnior, o Juninho Pernambucano, faz última partida oficial de sua carreira no empate entre Vasco e Santos em 2 a 2 com gols de Edmílson e André;

10/11/2013 | Vasco Pioneiro! O Vasco é o primeiro clube esportivo a divulgar em seu uniforme a marca de campanha criada pelos torcedores. A 'Vasco Dívida Zero' foi estampada na sagrada camisa do Vasco na partida Vasco 2 x 2 Santos;

11/11/1915 | Início das negociações entre Vasco da Gama e Lusitânia Sport Club que resultou na criação do departamento de futebol do Vasco;

11/11/1945 | Vasco Campeão Carioca Invicto na vitória sobre o Madureira por 4 a 0 com gols de Ademir (2), Isaías e Chico, com uma rodada de antecipação;

11/11/2014 | Chapa 'Volta Vasco, Volta Eurico!' vence eleições entre torcedores do Vasco com 2.733 votos na eleição com maior presença de eleitores da história do clube (5.458).

Vasco, aqui tem história!

domingo, 8 de novembro de 2015

Na história do Vasco, hoje!





A história do Vasco é a mais bela do esporte mundial, confira principais fatos marcantes nesta data:

08/11/1922 | Nascimento de Ademir Marques de Menezes, o atacante e ídolo vascaíno Ademir, multicampeão pelo Vasco;

08/11/1992 | Na partida Vasco 1 a 0 Olaria o atacante Jardel marca seu primeiro gol pelo Gigante da Colina;

08/11/2001 | Na vitória do Vasco sobre o Corinthians por 1 a 0 o atacante Romário completou 300 jogos com sagrada camisa do Vasco;

08/11/2008 | O Vasco venceu o Santos por 1 a 0 com o último gol oficial da carreira do atacante vascaíno Edmundo;

09/11/1936 | Nascimento de Écio Capovilla, o meia vascaíno Écio, Bicampeão Carioca 1956/1958 e Campeão do Torneio Rio-São Paulo 1958;

09/11/1930 | O Vasco impõe ao Fluminense a maior goleada do confronto com placar de 6 a 0 com gols de Sant´Anna (2), Mário Mattos (2), Russinho, e Tinoco;

09/11/2011 | Na partida Vasco 5 x 2 Universitário (Peru), com gols de Diego Souza, Dedé (2), Élton, e Alecsandro, o zagueiro vascaíno Anderson Vital, o Dedé, completa 100 jogos com sagrada camisa do Vasco;

Vasco, aqui tem história!

Opinião: Palmeiras 0 x 2 Vasco.



Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

Um ano cheio de problemas e altos e baixos, mas é assim que o torcedor do Vasco tem vivido desde o começo do século.

Já são 15 anos em que o torcedor começa o ano sem perspectivas positivas. Asfixia financeira, problemas com elenco, atrasos constantes de salários, vexames dentro de campo, falta de planejamento, e muito incompetência, são os principais gargalos do clube que vinha de uma sequência vitoriosa entre 1997 e 2000.

Mas analisando a situação atual do time, podemos ter esperanças de salvação do ano e o clube poder continuar na elite do Brasileirão em 2016.

Restando 4 jogos e na 19a. posição com 33 pontos, o Vasco busca mais 3 vitórias, já  que segundo especialistas e matemáticos com 42 pontos o clube escapa do descenso.

Podem até falar o contrário, mas o Vasco do segundo turno é outro. Com somente 13 pontos no primeiro turno, estávamos virtualmente rebaixados por diversos comentaristas e jornalistas. Hoje o Vasco chegou ao seu 20º ponto nesse turno, jogando com mais qualidade e apesar de vários empates nas últimas rodadas, vimos um time mais consistente no jogo. A chegada do meia Nenê deu outra cara ao time que joga com mais organização e tem chegado com mais chances no ataque. Tivéssemos melhores atacantes a conversa seria outra e já teríamos saído do Z4.

Resta a torcida acreditar mais ainda que podemos escapar. Vamos lotar São Januário no dia 19/11 contra o Corinthians e apoiar desde o primeiro minuto e com mais uma vitória vamos buscar subir mais posições e quem sabe, com combinação de resultados, alcançar um lugar acima do Z4.

#EuEscolhiAcreditar #VascodaGama 

Jorge Luiz Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama
Editor do Blog Paixão da Gama

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e imagem).

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

Livro Oficial Paixão da Gama na Amazon!





Caros Gigantes! Saudações!

O grande sucesso do Livro Oficial Paixão da Gama agora ao alcance de todos.

Você que torce pelo Gigante da Colina e ainda não tem o livro mais completo da história do Vasco, desde 1898, tem a oportunidade de adquirir o livro pela www.amazon.com.br.

Basta acessar o site pelo link:


Em poucos cliques você pode adquirir e já começar a ler a mais bela história do esporte mundial.

Qualquer dúvida nos contate.

JORGE LUIZ ALVES BEZERRA

Fonte: Blog Paixão da Gama (Texto e imagem).


terça-feira, 29 de setembro de 2015

Álvaro dos Santos, 50 anos de Vasco!



Caros Gigantes, saudações,

Como se mede uma paixão? É possível saber a medida correta do amor por um clube esportivo?

Talvez essas perguntas jamais sejam respondidas, afinal cada um sabe o quanto é apaixonado pelo clube que conheceu e aprendeu a amar.

Mas temos como, através do tempo, saber a importância daquela paixão na sua vida. Você conhece, frequenta, quando possível, e respira aquele ar do clube com satisfação tão grande que a cada vez que vira as costas para voltar pra casa a saudade invade sua alma.

Uma lágrima teima em turvar sua visão e você se apega aos símbolos que carrega consigo: um chaveiro, um adesivo, a camisa, etc.

Você já se imaginou completando 50 anos, isso mesmo meio século, vivendo e respirando Vasco por onde quer que vá?

Algumas pessoas já chegaram a essa 'marca' e sempre se emocionam ao pisar os pés no clube.

O português Álvaro Araújo dos Santos, natural de Ponte de Lima, nascido em 11 de maio de 1958, chegou ao Brasil com 14 anos. 

Muito cedo começou a trabalhar em estabelecimentos de seus compatriotas no Rio e ao conhecer o Vasco através de seu patrão foi tomado para sempre por tudo que o clube representa. De origem portuguesa o Vasco tinha uma atmosfera familiar para aquele jovem. 

Aos 21 anos de idade fez seu primeiro título de sócio do Vasco e completa hoje, exatamente hoje, dia 29 de setembro, 50 anos de sócio, e com muito orgulho ostenta sua 'identidade' de vascaíno.

Foi copeiro e garçom, e sempre que podia o seu destino era São Januário.

Ao comemorar seu cinquentenário como sócio do clube disse sem hesitar: 'Recebi o melhor presente até hoje pelos 50 anos como sócio, a vitória sobre 'a coisa'", falando sobre vitória do Vasco sobre o rival da Gávea. Quando se refere ao rival ele não fala o nome oficial e sempre recorre aos adjetivos ou apelidos.

Quando você torcedor vascaíno, ao ser chamado a ser sócio, procurar algum motivo para não fazê-lo, lembre-se de Álvaro Araújo dos Santos que há 50 anos, faça chuva ou faça sol, com time bom ou não, ganhando ou perdendo, na primeira ou na segunda, está sempre orgulhoso de SER VASCO SEMPRE e carrega consigo por meio século o título de sócio, sem nada pedir em troca.

MINHA PEQUENA HOMENAGEM A ESSE VASCAÍNO!

VIVA ÁLVARO ARAÚJO DOS SANTOS, CINQUENTA ANOS DE VASCO!!

'O que você já fez pelo Vasco hoje?', Alexandre Pessoal (In memoriam).

JORGE LUIZ Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama

Fonte: Blog  Paixão da Gama (Texto) / Cedida (imagem).

domingo, 27 de setembro de 2015

Vasco vence rival e confirma boa fase.



Caros Gigantes, saudações!

Mais uma batalha vencida, mais um rival ficou para trás, e o Vasco vai jogo a jogo chegando no seu objetivo.

A luta é difícil, ninguém a não ser nós vascaínos acredita que vamos chegar ao final do campeonato garantidos na Série A.

Mas para quem forjou sua história com lutas e conquistas inimagináveis, é possível. 

Quem construiu um colosso chamado de Estádio de São Januário na década de 1920, o maior estádio sul-americano, pode se superar.

Quem enfrentou os clubes e a associação racista em 1924, tem chances de ser mais forte.

Aqueles que venceram de forma invicta o primeiro torneio continental das Américas em 1948, são capazes de bater no peito e sair dessa.

Ao construir essa história, os vascaínos de ontem inspiram a imensa torcida do Vasco de hoje.

É com vocês bravos cruzmaltinos, que ostentam a sagrada Cruz de Cristo, que o nosso amado Vasco vai sair desse episódio fortalecido.

#EuEscolhiAcreditar


Jorge Luiz Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama

Fonte: Blog Paixão da Gama (Texto e imagem).

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

VEM AÍ! ENCICLOPEDIA UNIVERSAL DO VASCO DA GAMA




Caros Gigantes, saudações!

Quando começamos a compilar as informações do Club de Regatas Vasco da Gama há quase 10 anos e publicamos o Livro Oficial Paixão da Gama em 2011, nos orgulhamos muito do sonho realizado e ficamos com a sensação de 'dever cumprido' já que o intuito era de propagar a história do clube.

Depois de espalhar aos quatros cantos do país e até em outros países como Estados Unidos, onde enviamos exemplar para o autor do prefácio do livro Mauro Prais e também para o continente africano, mais precisamente para Angola, descobrimos que podemos fazer mais e melhor.

Após anos escrevendo o livro constatamos que parte da história não poderia constar no livro visto não caberia em uma única publicação.

O texto final do livro ficou com quase mil páginas, tivemos então de 'enxugar' cortando dados e informações consideradas 'menos relevante' embora essa decisão nos deixou um pouco frustrado em não poder levar à torcida a totalidade de minhas pesquisas.

Tão logo concluímos a distribuição de toda a tiragem do livro que foram encaminhados para quase todos os estados e o distrito federal, ficamos pensando em como levar a nossa imensa torcida uma obra mais abrangente, que não tenha a limitação de uma publicação e tivemos a ideia de tentar viabilizar a produção de uma enciclopédia.

Nos moldes das melhores publicações do gênero no Brasil, a ENCICLOPÉDIA UNIVERSAL DO VASCO DA GAMA - EUVG, será a obra mais abrangente sobre o clube em todos os tempos.

Contando, a princípio,  com 10 (dez) livros com cerca de 200 (duzentas) páginas cada um, separados por tema, e contando em todos os detalhes tudo sobre o clube, a EUVG contará com inúmeras imagens e gravuras históricas, todos os jogadores que vestiram a sagrada camisa cruzmaltina, todos os dados sobre as sedes com fotos da construção e informações diversas, todos os dirigentes, presidentes, e treinadores, além de muitos detalhes ao longo dos anos.

Fatos marcantes do Vasco terão atenção especial como a 'Carta Histórica', Construção de São Januário, Doação de Aviões para FEB, Construção da Capela de Nossa Senhora das Vitórias, eleições ao longo dos tempos, os dirigentes que marcaram época e construíram o Gigante da Colina.

E você torcedor será fundamental nessa produção sem precedentes.

Mande sugestões de informação ou fato que deseja que seja retratado na EUVG, eleja os temas que quer que tenha destaque (Cada tema em um livro), e nos envie através do nosso e-mail: enciclopedia.paixao@gmail.com

Em breve vamos disponibilizar para todo(a) torcedor(a) vascaíno(a) a melhor forma de garantir sua EUVG e ter a história do Vasco em suas mãos.

Gostaram da novidade? Então vamos começar a trabalhar para que a obra seja referência em termos de publicação, já que o Vasco é marcado pelo pioneirismo.

JORGE LUIZ Alves Bezerra
Autor do Livro e Blog Paixão da Gama

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e imagem).

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Livro Oficial Paixão da Gama no Museu do Futebol





Instalado no Estádio Municipal Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, o Museu do Futebol abriga exposição permanente de imagens históricas do futebol além de milhares de livros e publicações diversas relacionadas com o esporte.

O Livro Oficial Paixão da Gama, a publicação mais completa da história do Vasco, desde 1898, como uma obra oficial do Vasco, não poderia deixar de figurar em seu acervo.

Para saber dados básicos do livro publicado pelo Norte-Rio-Grandense Jorge Luiz Alves Bezerra basta acessar o site do Acervo do Museu do Futebol nos links abaixo:   

Dados do Livro

Dados do Autor
http://dados.museudofutebol.org.br/2d#/busca:jorge_luiz_alves_bezerra 

Todos podem, ainda, ter acesso ao livro na biblioteca do museu e saber tudo sobre a história do Vasco.

Acessem também o Blog Paixão da Gama:

E as mídias sociais:

Ao Vasco, Tudo!

Jorge Luiz Alves Bezerra
Autor

Fonte: Blog Paixão da Gama (Texto e imagem editada).

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

Vasco e a falta de união!

Imagem inline 1

Caros Gigantes, saudações!

O Vasco completou no mês de agosto o seu 117º ano de existência.

Mas no lugar de comemorações e muita festa estamos às voltas com muitos problemas dentro e fora de campo.

Estamos há 15 anos envolto em uma tormenta sem fim, com pequenos momentos de calmaria em 2003, 2011 e no início de 2015.

Mas o que o Vasco, dirigentes e torcidas tem de fazer para mudar essa realidade e buscar dias melhores?

Nesses anos em que escrevo sobre o Vasco, seja em sites como o 'Ao Vasco, Tudo' ou no 'Supervasco' e até no 'Netvasco' sempre externei em minhas opiniões e colunas que a única forma de tirar o Vasco dessa situação é a união de forças em torno do clube.

E sempre tive, também, a exata noção de que é uma palavra quase que impossível de ser utilizada em São Januário. Porque? Por que na política do Vasco tem muitas acusações, as pessoas criam rótulos, desmerecem as pessoas por elas terem opinião diversa da sua, demonizam opositores, criam factóides para denegrir a imagem desse ou aquele 'desafeto', e por aí vai.

Hoje no clube temos várias correntes distintas que se agridem pelas mídias sociais. Situação e oposição fazem questão de buscarem o enfrentamento ao invés de procurar soluções para os graves problemas que fazem o Vasco agonizar.

Lutamos contra o racismo, contra a discriminação, o preconceito, as injustiças, construímos São Januário dando uma prova de grandiosidade jamais igualada. Enfrentamos a ira dos rivais quando criaram liga racista, buscamos o diálogo e unificamos o futebol junto com o América nos anos 1930. Brigamos contra tudo e todos para sermos aceitos na Amea e por méritos conseguimos. Conquistamos no Brasil e na Europa os maiores títulos e troféus e mostramos a força de nossa sagrada camisa em todos os continentes, mas estamos perdendo uma guerra interna, para nós mesmos.

Já estamos nos tornando repetitivos com essa de 'união' mas é a pura verdade, estamos nessa situação porque estamos pulverizados, separados, afastados uns dos outros.



Em uma embarcação com cada um remando para um lado e o 'patrão' sem noção do que fazer.

Que em algum momento todos possam enxergar que devemos mudar o rumo, que cada um de nós temos nossa parcela de culpa.

Vamos fazer com que a Nau Vascaína retorne para mares calmos, que tome o rumo certo, e que possamos nos irmanar e sair juntos desse mar revolto.

Se não pudermos engolir o orgulho, e buscar entendimento, vamos acabar acabando com o que de mais precioso temos para deixar aos nossos filhos e netos: o espírito vascaíno.

Da ética, do respeito ao próximo, da responsabilidade com o outro, da ajuda aos necessitados, do apoio a quem precisa, dos nossos destinos como cidadão de bem!

Por tudo isso, vamos nos DAR AS MÃOS e seguir nosso caminho de vitórias, que seja no próximo campeonato, na próxima temporada, mas que comece agora.

'O QUE VOCÊ JÁ FEZ PELO VASCO HOJE?', Alexandre Pessoal.

JORGE LUIZ Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto, edição de imagem) / Vasco.com.br (imagem).

sexta-feira, 21 de agosto de 2015

VIVA O VASCO!! 117 ANOS DE MUITAS GLÓRIAS E CONQUISTAS!!



Caros Gigantes! Saudações!

Mais um ano de história para o amado Club de Regatas Vasco da Gama.

A torcida conhece bem a trajetória do clube e sabe que temos, sem dúvidas, a história mais linda dentre todos os clubes esportivos do mundo.

Criado para as disputas de remo, o Gigante Vascaíno se lançou em muitas outras modalidades esportivas ao longo desses 117 anos.

Mas as lutas foram imensas, manobras de bastidores, mudanças de regulamento, e muitas perseguições sempre foram constantes em nossa história. E o Vasco ultrapassou todas essas tormentas com bravura e sem temer qualquer revés.

Tornou-se no maior clube de remo ainda nos primeiros 10 anos, conquistando regatas e páreos que todos acreditavam não ser possível.

Foi o primeiro tricampeão de remo em 1915, mesmo os demais 'grandes' clubes terem sido criados antes do Vasco. Ainda no remo o cruzmaltino é detentor de hexadecacampeonato no remo, feito jamais igualado por nehuma outra agremiação.

Quando resolveu ingressar no novo esporte recém chegado ao Brasil em 1915, o Vasco optou por formar seu time com pessoas humildes, operários, e jovens negros.

À primeira vista os demais clubes do Rio acreditavam que um clube formado por negros e operários jamais subjugariam a classe nobre carioca.

Essa empáfia lhes custou muito.

O Vasco teve de galgar degrau a degrau as divisões de base do futebol e somente em 1923 chegou à elite do esporte.

A ousadia vascaína começou a tomar forma ao trazer o treinador do, hoje, maior rival, e que já era campeão carioca pelo Fluminense em 1919, o uruguaio Ramón Platero.

Visionário, Platero adotava os treinos físicos de seus jogadores o que inconcebível à época já que o esporte era elitizado. Essa prática fazia com que o time cruzmaltino superassem seus adversários no segundo tempo o que começava a formar nos torcedores a ideia de 'TIME DA VIRADA'.

Com o título carioca de 1923, na sua estreia na primeira divisão, o Vasco passou a ser fortemente perseguido. Criaram uma associação e impediram o clube de ingressar alegando que o Vasco tinha jogadores 'profissionais' o que era proibido, e esses atletas tinham de ser excluídos.

O então presidente vascaíno produz o documento mais contundente em defesa contra o racismo que se tem notícia no Brasil e no mundo.

Na carta / ofício que ficou conhecida como 'RESPOSTA HISTÓRICA' o presidente Dr. José Augusto Prestes abdicou do direito, como campeão carioca de 1923, de ingressar na nova entidade e permaneceu na federação em que o clube foi campeão e em 1924 o Vasco conquistou de forma invicta o título de Bicampeão Carioca de Futebol vencendo todas as partidas, e esse é mais um feito nunca igualado pelos rivais.

O Vasco foi o primeiro clube carioca a realizar excursão à Europa em 1931.

Primeiro clube a conquistar título internacional em solo brasileiro em 1940.

Primeiro clube brasileiro, incluindo-se a Seleção Brasileira, a conquistar título internacional no exterior em 1948.

Primeiro clube carioca a vencer o Campeonato Brasileiro em 1974.

Conhecido por contribuir com a maioria das expressões que faram incorporadas ao linguajar futebolístico como 'bicho', 'expressinho', 'vaquinha', 'gandula', e muitos mais.

Construiu em 1927 o maior estádio sul-americano com apoio de sua fantástica torcida: Estádio Vasco da Gama (Estádio de São Januário).

Onde o presidente Getúlio Vargas promulgou as leis trabalhistas em 1943.

E que tem em suas dependências a Capela de Nossa Senhora das Vitórias, único estádio do mundo com uma capela em honra a divindade católica.

Se fosse destacar aqui cada um dos feitos do Vasco da Gama ao longo de 117 anos renderiam uma texto sem possibilidades de ser publicado.

Se você é vascaíno (a), procure conhecer cada linha da história do Vasco para sentir muito, mais muito orgulho de SER VASCO!

O VASCO É UM GIGANTE MUNDIAL!

VIVA O VASCO!! 117 ANOS DE MUITAS GLÓRIAS E CONQUISTAS!!

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e imagem).

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Vasco, 15 anos contra tudo e todos!





Caros Gigantes! Saudações!

Quando o ano 2000 dava seus últimos suspiros, o Vasco disputava em 30 de dezembro a finalíssima da Copa João Havelange contra a 'sensação' da competição, o São Caetano.

Uma chance de conquistar o Tetracampeonato Brasileiro não poderia ser desperdiçada e quis o destino que aquela partida fosse disputada em um São Januário superlotado.

O Vasco já tinha conquistado a Copa Mercosul em uma virada inacreditável sobre o Palmeiras e era, claro, o favorito para a final da JH.  Mas como sempre todos se levantaram contra o Vasco e colocavam o São Caetano como o clube que poderia impôr ao Gigante da Colina uma derrota vexatória.

Tudo transcorria na sua normalidade, torcida enchendo arquibancadas e sociais, times em campo, apito inicial e o 'pequeno' São Caetano não se intimidava diante do Vasco.  Eis que o baixinho Romário tenta arrancada e sente contusão que caracterizou seus últimos anos no futebol. Corrida, mão no músculo da coxa e pedido de substituição.

Começou, então, uma discussão nas arquibancadas. Romário era o estopim da briga. Com vários torcedores brigando entre si as pessoas que estavam próximas começam a correr em direção ao alambrado que acaba cedendo.

Jogo paralisado, atendimento as vítimas, policiamento reforça local da queda do alambrado, arbitragem resolve recomeçar partida, mas o Governador do Rio Antony Garotinho, incitado pela Rede Globo, manda cancelar a partida.

Sem datas, a decisão foi parar na justiça. O STJD marca a final para o Maracanã em 18/01/2001.

Para 'vingar' manobra da Globo, o Vasco através do Presidente Eurico Miranda coloca o logo do SBT na camisa do Vasco e 'compra' a briga.

De lá para cá o que vimos foram problemas financeiros de todo tipo, o Vasco deixou de receber as cotas de TV, processos chegavam ao clube de todos os lados. Jogadores começaram a requerer na justiça a sua liberação. 

O Vasco então entrou em um caminho que culminou em dois rebaixamentos em 2008 e 2013, e agora em 2015 estamos a um passo de chegar ao 3o. descenso.

Nenhum clube do mundo conseguiria passar tantos anos, com tantos problemas, sem que essa crise não impusesse e expusesse as entranhas da falta de um mínimo de organização e planejamento.

O Vasco conseguiu com muito custo permanecer fora das divisões inferiores até 2008 mas todos os que tem bom censo sabiam que mais cedo ou mais tarde não seria possível escapar, infelizmente.  

Os erros e falhas de Eurico Miranda ao longo de 2001 à 2008 fizeram com que ele perdesse as eleições, o mesmo se deu com Roberto Dinamite que com duas gestões carregadas de problemas herdados da gestão anterior e produzidos por sua própria gestão, também fizeram com que os sócios acabassem por acreditar que Eurico seria a solução para os problemas do clube. Mas sabemos que boa parte dos problemas do Vasco foram criados pelo atual presidente.

Vasco, há 15 anos lutando contra tudo e todos, inclusive ele mesmo!

Mas e o que fazer para resolver a situação do Vasco?

Todos sabem! Passa pela união, mas já falei sobre isso aqui no blog!

Torcida, situação e oposição, teriam de remar junto, mas todos os lados sabem e nenhum dá um passo em direção ao outro.

Existe muita vaidade, ressentimentos, desconfianças, acusações, e rotulagem.

Quem esta na situação acha que todos tem de bater palmas para tudo que diretoria faz, se não o faz é porque 'torce contra' ou é 'amarelo'.

Quem é oposição diz que quer ajudar mas de concreto não vislumbramos nenhuma ação nesse sentido, e falam que não são recebidos ou que não tem acesso a muita coisa no clube.

E com essas posturas de 'esse não presta' e 'aquele é aventureiro', ficamos sem opção para ajudar o clube.

Todos os dias recebemos enxurrada de pedidos de adesão ao programa de sócios para poder votar nas eleições de 2017. Mas a maioria dos torcedores acredita que hoje não temos candidatos aptos a exercer o cargo de presidente.

Quem seria o candidato ideal? Quem teria condições de ser presidente? Quais as qualidades e virtudes que o presidente precisa ter?

Com a palavra a imensa torcida do Vasco em todo o Brasil e o Mundo!

'O QUE VOCÊ JÁ FEZ PELO VASCO HOJE?', Alexandre Pessoal (In memoriam).



JORGE LUIZ Alves Bezerra
Autor do Livro Oficial Paixão da Gama


Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e imagem).

segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Semana decisiva para o Vasco. #JuntosNoMaraca

Caros Gigantes!

Chegamos ao mês de aniversário do Vasco da Gama, mas para que possamos estar um pouco mais aliviados e no rumo certo para mudar a situação atual do clube é preciso remar forte nesse mês.

Serão 5 jogos até o dia 30/8 contra clubes que lutam para avançar na tabela, a sequencia é difícil mas podemos dar passos importantes para melhorar e sair da parte de baixo da tabela.

Confira os jogos:

Dia 9 - 11h - Vasco x Joinville - Maracanã
Dia 12 - 21h - Santos x Vasco - Vila Belmiro
Dia 15 - 18h30 - Vasco x Coritiba - São Januário
Dia 22 - 18h30 - Goiás x Vasco - Serra Dourada
Dia 30 - A definir - Vasco x Figueirense - São Januário


No próximo domingo, 9/8, às 11h, já temos um jogo chave para dar motivação e mostrar que podemos reagir.

Deixemos de lado as querelas com o consórcio maracanã, os problemas extra campo, as partidas intragáveis que disputamos, e vamos todos invadir o estádio e empurrar o time para uma vitória.

Vamos encarar o Joinville que vem de bons resultados e deixou a lanterna, mas temos de nos impor em nossa casa. É sim, casa, o Maracanã também é casa do Vasco, é um equipamento público do estado do Rio de Janeiro e pertence a todos os clubes e torcidas.

Em tempos de crise é que distinguimos quem quer ajudar e quem somente procura motivos para deixar o time e o clube de lado. Não podemos deixar de unir forças para unir clube e torcida, afinal o clube não é nada sem sua torcida, e somente a torcida pode tirar o clube dessa situação.

Daqui há alguns anos, nós cruzmaltinos, vamos bater no peito forte e vamos gritar: 'NÓS APOIAMOS O VASCO EM SUA MAIOR TORMENTA, E VENCEMOS!'.

Essa é a maneira de ajudar, apoiando, divulgando, sendo sócio, e indo ao estádio e nos treinos.

'O QUE VOCÊ JÁ FEZ PELO VASCO HOJE?', Alexandre Pessoal (In memoriam).

Fonte: Blog Paixão da Gama (Texto) / Vasco.com.br (Imagem).

quarta-feira, 29 de julho de 2015

O VASCO PRECISA DE VOCÊ!




Caros Gigantes!

Apesar de todos os esforços e empenho para colocar o Vasco em um patamar compatível com sua tradição e história, nos vemos em mais um período de penúria e sofrimento.

Como torcedores temos a consciência de que podemos e devemos fazer mais. Não é possível que uma legião de quase 20 milhões de cruzmaltinos não consiga elevar nosso amado clube.

Mais o que a torcida pode fazer? Tudo! Somos muito passivos, aceitamos todo tido de acontecimento que vem a prejudicar o clube.

Vamos enumerar algumas ações que tem efeito seja imediato ou a curto prazo e que vão melhorar essa condição atual:

1 - Seja sócio: a maioria vai ter problemas para se associar, principalmente os torcedores de fora do Rio, mas persista, faça seu cadastro no site www.ovascoemeu.com.br , se tiver alguma dificuldade entre em contato por email, telefone, peça para algum amigo ir à São Januário ver a situação para você, mas seja sócio;

2 - Pague DARF da Campanha Vasco Dívida Zero regularmente:  Muitos tem dito que o efeito da campanha é 'enxugar gelo', mas pense comigo, se nós tivermos 1% da torcida pagando R$ 10 por mês teremos R$ 24 milhões/ano. É pouco? É impossível? Acho que se olharmos para nossa história vamos encontrar exemplos que podem inspirar nossas ações hoje;

3 - Apoie os projetos que 'levam' o nome do Vasco:  Atualmente alguns projetos criados no seio de nossa torcida tem elevado a auto-estima dos vascaínos, são eles:

a) Projeto Enquanto Houver Um Coração Infantil (www.coracaoinfantil.com.br), que distribui kits escolares e camisas do Vasco para crianças em 5 cidades;
b) Vascaíno É Sangue Bom (www.facebook.com/vascainoesanguebom) que salva vidas pelo Brasil inteiro;
c) Revitalização do Entorno de São Januário (www.webvasco.com.br), saiba como equipe de voluntários produziram documentos enviados ao prefeito Eduardo Paes para realização de obras que melhorem o bairro e ajudem o Vasco a modernizar o estádio de São Januário;
d) Associação Amovasco (www.amovasco.com.br) foi criada com finalidade de ajudar o clube com ações que melhorem sua estrutura e já captou recursos que foram investidos na base do Vasco;

E qual o efeito prático dessas ações? Como explicado acima, alguns tem resultados imediatos como o Vascaíno É Sangue Bom que tem sido importante para pessoas que lutam pela vida a cada momento, outros como o Coração Infantil estão formando cidadãos melhores, conscientizando nossas crianças e daqui a poucos anos teremos uma torcida mais comprometida com o lado bom e correto da vida.

Independente dessas ações, temos de mudar nossa mentalidade de torcedor, é muito difícil fazer essa mudança, mas vamos apoiar o time pelos gramados do país afora, deixando para fazer protestos e cobrar em outros momentos. É notório que quando a torcida começa a criticar, gritar, e vaiar nos jogos, o rendimento do time que já não é dos melhores tende e piorar. O jogador fica cada vez mais nervoso e erra ainda mais e isso acaba virando uma 'bola de neve' fazendo com que a equipe tenha mais dificuldades na partida.

É muito complicado conviver com essas situações.

Como torcedores, nós temos de zelar pela imagem do clube como um todo, então vamos evitar discussões, denegrir o clube ou o time, defender o Vasco de forma contundente de ataques dos 'inimigos' do clube, seja nas redes sociais ou mandando mensagens para redações de programas de televisão e de rádio que produzem matérias que visam diminuir o Vasco.

Nós que somos os principais interessados em que o clube volte aos anos de glórias e vitórias temos de fazer algo por ele.

As formas de ajudar a melhorar a condição do Vasco estão à disposição de qualquer um que queira fazer algo.

Mas se você quer mesmo ajudar comece agora, hoje, e não deixe para depois, o Vasco precisa de sua ajuda o mais rápido possível.

'O QUE VOCÊ JÁ FEZ PELO VASCO HOJE?', Alexandre Pessoal (In memoriam).

Abraço a todos e saudações vascaínas!

Fonte: Blog Paixão da Gama (Texto e imagem).

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Agradecimentos!

Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

Após longos anos de pesquisa, esforço para conseguir recursos, buscar junto ao clube a 'oficialização' da publicação, e de distribuir a tiragem, concluímos todo o processo de realização de publicar, com chancela do Vasco, o LIVRO OFICIAL PAIXÃO DA GAMA.

Mesmo tendo passado e ainda passando por inúmeros obstáculos, sempre que ocorria algum fato que pudesse impedir essa realização, busquei forças na própria história do clube e do patrono maior: O Almirante Vasco da Gama.

Após concluir e confirmar essa realização digo sem a menor dúvida que o fiz movido pela paixão pelo Vasco e para ajudar a perpetuar sua história de lutas, glórias, conquistas e vitórias, a grande maioria 'fora das quatro linhas' que foram as lutas pelos menos favorecidos, pelos injustiçados, em prol de pessoas que foram marginalizados pela sociedade em décadas passadas e em dias atuais.

Nós formamos um clube pioneiro em todas as áreas, seja esportiva e social, e temos de nos orgulhar muito de nossas origens, de feitos que marcaram essa história, e de pertencer a uma linhagem de vencedores.

A luta contra tudo e contra todos continua, estamos em uma sociedade que as vezes mostra sua face racista, preconceituosa, e que provoca em todos indignação. Mas em certas ocasiões somente o espírito de luta de nossa gente, os vascaínos, temos a honra de não possuir a mancha da discriminação em nossa história.

Mas queria, antes de tudo, convocar nossa imensa torcida a unir forças ao redor no nosso amado Vasco da Gama. Como o grande e saudoso vascaíno Alexandre Pessoal sempre declarava ao final de cada programa Vasco TV: 'O que você já fez pelo Vasco hoje?', busquemos ajudar o clube, seja aderindo ao 'Programa de Sócio', seja pagando DARF da 'Campanha Vasco Dívida Zero', seja apoiando o 'Projeto Coração Infantil', ou doando sangue através do 'Vascaíno é Sangue Bom', ou apoiando a iniciativa 'Amovasco'.

Diante da lista acima vocês não podem dizer que não há como ajudar o clube não é mesmo?

Então vamos todos apoiar o clube, ajudar de alguma forma, vá aos jogos, vista sua camisa, peça aos amigos para ajudar, convoque seus parentes, indique conhecidos para ajudar nos programas e projetos.

A hora de ajudar é essa, daqui a alguns meses poderemos bater no peito e gritar forte: EU SOU VASCO, E MINHA PAIXÃO AJUDOU O VASCO!!

Muito abrigado a todos os vascaínos de perto e da distância que compraram exemplar do Livro Oficial Paixão da Gama, a todos que ajudaram a concretizar esse sonho, seja divulgando, comentando nossas postagens no blog ou nas redes sociais do livro, e em primeira mão informo a todos que estamos planejando um projeto mais audacioso:

A Publicação da Enciclopédia Universal do Vasco da Gama.

É uma trabalho bem mais complexo, e que irá absorver muito mais tempo e esforço para se concretizar, por isso não aguardem para já, mas breve iremos divulgar mais detalhes.

Um abraço a todos e saudações vascaínas!!

EU SOU VASCO E MINHA PAIXÃO NÃO TEM LIMITES!

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e imagem).

segunda-feira, 4 de maio de 2015

É CAMPEÃOOOOOO!! HORA DE AJUDAR!!

Alô Gigantes da Colina, saudações!

 

Como medir um paixão? Como mensurar o tamanho de um sentimento? Como entender a doação de uma vida?

Impossível responder as perguntas acima e até mesmo tentar explicar o quanto o amor pelo Vasco pode fazer com qualquer um de nós.

Muitas vezes nos surpreendemos com o nosso próprio comportamento diante de pessoas próximas ou não. Fazemos loucuras pelo Vasco não importa se por um título carioca, ou uma partida que não 'vale nada'. Mas não quer dizer que quem não enfrenta a chuva à noite, a mais de 3 mil quilômetros de onde sua paixão está. também não tenha a mesma paixão.

Seguir o Gigante da Colina, seja física ou virtualmente, é a forma como o torcedor vascaíno demonstra, apesar de várias outras formas, de amor incondicional.

O Vasco da Gama demonstrou nesse campeonato carioca que não importa o tempo, o momento, a situação e a motivação, o torcedor cruzmaltino pode e deve apoiar o clube todo dia, toda hora, de qualquer forma.

Seja sócio, pague DARF da Vasco Dívida Zero, Doe Sangue pela Vascaíno É Sangue Bom, Ajude com o Amovasco, apoie o Coração Infantil e a Revitalização do Entorno de São Januário.

O VASCO É CAMPEÃO! E para continuar seguindo em frente o clube precisa de você, de nós, de todos, de cada um.

Acredite no Vasco e na sua força, nós podemos muito mais!!

'Eu sou Vasco e minha paixão não tem limites'.

 

JORGE LUIZ Alves Bezerra

Autor do Livro Oficial Paixão da Gama

 

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto) | Vasco.com.br - Marcelo Sadio (imagem).

 

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Blog Paixão da Gama | Não é só futebol

Caros vascaínos e vascaínas, saudações!

 

O Vasco chega a mais uma final de Campeonato Carioca, mesmo contra todos os prognósticos de 'jornalistas' da grande imprensa que colocaram Vasco e Botafogo como coadjuvantes nessa temporada.

Apesar do estilo polêmico do presidente Eurico Miranda, grande parte da torcida abraçou o slogan do dirigente e repete a todo momento que 'O respeito voltou'.

Mas falando de campo e bola o Vasco sempre se supera pela força de sua torcida que deu uma demonstração incrível ao esgotar os ingressos em menos de 24 horas e adquirir, inclusive, parte dos bilhetes destinados à torcida do Botafogo. Passar a noite na fila em São Januário, invadir fila dos botafoguenses no Maracanã e ainda cantando o hino do Vasco, expor aos quatro cantos o orgulho de ser Vasco, e montar um mosaico com 22 mil peças na final, são alguns feitos do torcedor do Gigante da Colina nesses dias que antecedem a final.

Ao longo do campeonato o time se moldou ao estilo de raça e determinação, lutando em campo até o último minuto, tanto que o gol que reverteu a vantagem do Botafogo foi feito aos 47 minutos do segundo tempo.

Jogadores como Guiñazu, Gilberto, Rodrigo e Luan, que tem demonstrado uma vontade grande de levantar esse título e protagonizaram momentos marcantes do time nos últimos jogos são elevados ao patamar de ídolos cruzmaltinos. Disposição não vai faltar nessa finalíssima, impor o ritmo do Vasco e empurrar os alvinegros para seu campo de defesa deve ser o objetivo do time já nos primeiros minutos.

Doriva já tem o time pronto, mesmo ainda fazendo um último treino na manhã desse sábado, 02, e a previsão é de Bernardo começar jogando no lugar de Marcinho que mesmo jogando como titular em muitos jogos, antes e após o episódio da 'barração', ainda não conseguiu mostrar que pode ser o camisa 10 que vai fazer o Vasco fazer um segundo semestre em alto nível.

O time está pronto, a torcida ansiosa e pronta, e o coração, mais uma vez, vai dar lugar a Cruz de Malta e pulsar intensamente nos 90 minutos que restam e vão explodir em êxtase quando o Vasco entrar no gramado.

Fiquem atentos porque todos sabemos que ....

Não é só futebol!

 

Saudações vascaínas e até a vitória!

 

JORGE LUIZ Alves Bezerra

Blog Paixão da Gama

 

Fonte: Blog Paixão da Gama (texto e imagem).